A Minha Carreira

Eles não sabem, nem sonham, que o sonho comanda a vida, António Gedeão

O desemprego estrutural é um dos problemas mais graves da economia portuguesa

desemprego+estruturalÉ o exemplo de um país que está a andar a duas velocidades e que está a deixar muitos para trás. É indiscutível que a economia está a melhorar, que a Europa está a puxar por nós, que o desemprego está a baixar, que o turismo está em níveis recorde e que as exportações estão em alta. Mas há uma parte dos portugueses que, com a crise e com o ajustamento da economia, caiu naquela categoria a que os economistas chamam desemprego estrutural (e estima-se superior a 10%). São os tais cujas habilitações já não são valorizadas e procuradas pela empresas e que dificilmente conseguirão regressar ao mercado de trabalho a não ser para empregos altamente precários e mal remunerados. Não é por acaso que o Banco de Portugal considera que este é um dos problemas mais graves da economia portuguesa e que terá de ser encarado de frente com políticas agressivas de requalificação e de ajuda àqueles cuja retoma da economia e os indicadores de confiança pouco ou nada querem dizer.

In “Confiantes, doutores e licenciados

Anúncios

Single Post Navigation

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: