A Minha Carreira

Eles não sabem, nem sonham, que o sonho comanda a vida, António Gedeão

Os desempregados sofrem de um sentimento de grande desvalorização

helpE também se auto-culpabilizam de estar nessa situação. Questionam-se se não deveriam ter feito esta aposta, e não aquela, ter tido este comportamento, e não o outro… Nestas pessoas em que as pessoas se sentem mais em baixo, é como se se visse, de certo modo, o mundo através de uns óculos escuros… A percepção das coisas à sua volta reflecte-se, eventualmente, numa tendência para a pessoa se culpabilizar a ela própria.

Luís Filipe Fernandes aconselha as pessoas que estão a passar por situações difíceis de desemprego a não desistirem das suas capacidades; antes pelo contrário, a acreditarem nelas. E não se devem isolar, porque isso as conduz a perspectivas de auto-culpabilização. “Devem estar em contacto com as pessoas de quem gostam e com quem se sentem bem… E não devem deixar de procurar trabalho, e esperar… acreditemos todos… que isto um dia vai melhorar!”

In “Há mais desempregados a recorrer a ajuda médica

Single Post Navigation

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: