A Minha Carreira

Eles não sabem, nem sonham, que o sonho comanda a vida, António Gedeão

Archive for the month “Abril, 2015”

Cuidados que os universitários devem ter com a sua “reputação na Internet”

05facebook linkedin

Aceder “From Facebook to LinkedIn

Anúncios

Veste-te para o cargo que queres, não para o cargo que tens

As perguntas bizarras que a AIRBNB faz nas entrevistas de emprego

airbnb

In “23 perguntas inusitadas em entrevistas de emprego no Airbnb

Em Portugal, 6 em cada 10 postos de trabalho criados são estágios

empregoSolteiro e a viver com os pais, também eles em situação de desemprego, Carlos é o exemplo de uma nação suspensa na esperança de uma vida onde figuram casa, família, conforto, estabilidade e um emprego com perspetivas. Como muitos da sua geração, ele representa a face de um Portugal novamente adiado e esquecido das promessas daquele 25 de abril de 1974.

Um país do “faz de conta”, onde seis em cada dez postos de trabalho criados são estágios.

In “O mais difícil é viver sem sonhos

Avalie a sua resistência à pressão. Faça o Teste

teste stress

Aceder “Resistencia a la presión. Autocontrol

Aula sobre Canalhice – Somos todos canalhas?

Quer trabalhar em part-time enquanto tira o curso superior? Conheça as competências.

skills part-time

Aceder “Skills for part-time jobs

Será que um robô pode tirar-me o trabalho?

robô work

Aceder “Will a robot take my job?

O Reino Unido criou mais de 2 milhões de empregos nos últimos 5 anos, mais do que criaram os restantes 27 países da EU

david cameron

O Reino Unido é a “Fabrica de Empregos da Europa”, David Cameron

O governo gasta centenas de milhões a subsidiar a vergonha da economia dos estágios

estagios2Falemos com clareza. Os estágios são importantes mecanismos de requalificação/formação e até empregabilidade quando direcionados a grupos específicos, com conta peso e medida. O objetivo último é sempre a transição para um emprego com condições e bem pago.

Usar os estágios para substituir o emprego, mascarar o desemprego, desincentivar a contratação e baixar o nível salarial é transformar o mundo do trabalho numa grande máquina de usar precários, pessoas.

In “A máquina de usar pessoas

Post Navigation