A Minha Carreira

Eles não sabem, nem sonham, que o sonho comanda a vida, António Gedeão

O subsídio de desemprego é demasiado elitista

mario centenpoEsta é apenas uma das medidas defendidas pelo alto quadro do Banco de Portugal para o mercado de trabalho, mas uma das mais emblemáticas. Numa semana em que partidos e Governo voltaram a estar em desacordo sobre as leituras a retirar dos números do desemprego, Centeno põe em cima da mesa uma proposta em declarações ao JN (sem link disponível):

“O subsídio de desemprego é demasiado elitista. Chega apenas a um terço daqueles que não têm trabalho e tem uma duração que não se adapta ao ciclo económico. Devia ser mais longo em época de crise, como aconteceu nos EUA, sendo mais curto e generoso em tempos de prosperidade”.

A ideia do conselheiro de António Costa é defendida a título pessoal, faz questão de frisar. O programa socialista só deverá ser conhecido em maio e nas linhas orientadoras que já se conhecem, depois da apresentação da Agenda para a Década, nada consta de concreto sobre o subsídio de desemprego. No documento aparecem no entanto dois objetivos: o reforço da proteção social e a criação de um “seguro de desemprego à escala da União”, a ser “inscrito na agenda política europeia”.

In “Conselheiro de Costa defende subsídio de desemprego variável

Single Post Navigation

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: